Harmonização - Pasta + Vinho

Dois apaixonados por cordeiro. Uma apaixonada por tannats uruguaios e o outro apaixonado por massas. Entre experimentações e trocas de experiências, surgiu a ideia de selecionarmos dois vinhos para o especial dessa semana.
Tão clássico quanto nosso queijo com goiaba, o tannat com cordeiro não é só uma harmonização de sucesso como tem até festival próprio nas vinícolas uruguaias. Nossa sugestão vem de uma pequena vinícola familiar da região de Rocha, situada entre Punta del Este e Punta del diablo, há apenas 10 Km do mar.
A constante brisa marítima é um dos segredos dos vinhos desta bodega, ajudando a manter os vinhedos sanos e com uma temperatura constante (mesmo nos meses mais quentes do ano), nos brindando com dois vinhos que, embora ricos em estrutura e taninos, mantém frescor e teor alcoólico ao redor de 12,5º.

Tannat Reserva 2016
Com 12 meses de barrica é um vinho perfeito para quem quer descobrir as características desta uva. Com aromas de frutas negras e ameixas contrastando com um toque terroso e especiado, os taninos aveludados fazem dele um vinho guloso, que casa perfeitamente com o sabor mais intenso do cordeiro.

Bruma Marina
Em uma produção de apenas 1200 garrafas, o enólogo mostra com elegância a arte da alquimia em um hexavarietal (Tannat, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Malbec e Syrah) potente e macio, com 15 meses de barrica, equilibrando frutas negras e vermelhas com um toque herbáceo, do qual a carne de cordeiro tira bom proveito. É, certamente, um vinho para quem gosta de complexidade. (recomendamos 30 minutos no decanter antes de servir)